Lição 16 – O Verdadeiro Descanso.

clip_image001Há algum tempo, pessoas predisseram que logo teríamos tanto tempo para o lazer que não saberíamos o que fazer com ele. Havia boas razões para confiar nessas profecias. Nas cidades do mundo, os computadores estavam fazendo com que tarefas que duravam meses para serem realizadas se realizassem em frações de segundo. Robôs começavam a lidar com os piores e mais pesados trabalhos nas indústrias.

Contudo, mesmo após os computadores terem deixado tudo mais rápido, e vivermos num mundo automatizado, esse é um tempo onde mal conseguimos respirar. As pessoas nunca estiveram tão ocupadas. Atualmente, todos vivem sem tempo. Mais importante que tudo, as famílias andam sem tempo. Os maridos e as esposas acham difícil separar um “tempo de qualidade” para passar com os filhos e, para piorar ainda mais, para gastar um com o outro.

Um estudo numa pequena comunidade mostrou que o tempo médio por dia que os pais passaram exclusivamente com seus filhos pequenos foi de 37 segundos! As famílias estão sem tempo e sem contacto.

Como podemos diminuir nosso ritmo de vida para voltarmos a ter tempo para nossa comunhão e confraternização uns com os outros?

1. O REMÉDIO PARA A VIDA ESTRESSADA

Jesus entende os problemas das famílias que vivem sob o estresse, e deseja que entendamos o fato de que o descanso espiritual é parte da qualidade de vida:

“VENHAM A MIM, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e EU LHES DAREI DESCANSO… APRENDAM DE MIM, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão DESCANSO PARA AS SUAS ALMAS”. Mateus 11:28, 29 (A não ser quando indicado, todos os textos bíblicos da série DESCOBERTAS BÍBLICAS são da Nova Versão Internacional da Bíblia [NVI].).

A Bíblia nos diz que podemos experimentar esse descanso de duas maneiras: vindo a Cristo diária e semanalmente.

2. UMA LIGAÇÃO DIÁRIA COM JESUS

As multidões constantemente clamavam pela atenção de Jesus. E ainda assim, Cristo comunicava um espírito tranqüilo e calmo a todos em volta dEle. Como? Ele investia tempo a cada dia na comunhão com Seu Pai celestial. Ele dependia de Seu Pai continuamente para obter os recursos para enfrentar os desafios da vida (João 6:57).

clip_image002Se quisermos viver uma vida serena e em paz, tal qual a dEle, precisamos depender continuamente de Jesus; precisamos deixar que Sua Palavra e Seu Espírito nos preencham e nos moldem. A melhor maneira de combater as forças que nos estressam como indivíduos e nos separam de nossas famílias é investir um tempo de qualidade com Cristo. Ele nos diz:

“PERMANEÇAM EM MIM, e eu permanecerei em vocês… SEM MIM, VOCÊS NÃO PODEM FAZER COISA ALGUMA”. João 15:4, 5

Uma das maiores necessidades dos tempos modernos é de que as pessoas façam uso dos recursos espirituais disponíveis a todos os que estabelecem um relacionamento diário com Jesus. Um ponto muito importante que precisa ser enfatizado sobre nosso relacionamento com Cristo é Sua obra efetuada na cruz. O descanso verdadeiro e a segurança real podem existir apenas em virtude da grande realização de Jesus, e sobre a qual exclamou quando estava morrendo: “Está consumado!” (João 19:30). Em outras palavras, Sua missão de nos resgatar estava cumprida.

“Mas agora Ele [Cristo] apareceu UMA VEZ POR TODAS… PARA ANIQUILAR O PECADO mediante o sacrifício de Si mesmo”. Hebreus 9:26

Quando Jesus morreu, Ele “aniquilou o pecado”. Por isso é dito ao crente que confessa seus pecados que pode “descansar” confiante na obra terminada de Cristo. Somos aceitos. A culpa está por trás da motivação de muitas pessoas que vivem em ritmo frenético atualmente. Todavia, precisamos reconhecer que Jesus solucionou o problema da culpa de uma vez por todas na cruz. A promessa feita por Jesus de dar descanso real aos cansados tornou-se acessível a todos quando Ele exclamou: “Está consumado!”. Cristo completou o trabalho de nos redimir no Calvário (Tito 2:14), depois descansou na tumba durante o Sábado, e por fim ressuscitou no domingo de manhã como vitorioso sobre o pecado e a morte. O cristão não precisa de maior certeza do que descansar confiante com respeito ao cumprimento total da missão de Cristo.

“Aproximemo-nos de Deus com um coração sincero e com PLENA CONVICÇÃO DE FÉ,… Apeguemo-nos com firmeza à esperança que professamos, pois AQUELE QUE PROMETEU É FIEL”. Hebreus 10:22, 23

Por termos certeza de que “Aquele que prometeu é fiel”, podemos tomar parte no descanso dedicado aos salvos e que foi prometido por Jesus. A estabilidade, a paz e o descanso que experimentamos em Jesus a cada dia não são resultado de alguma coisa que fazemos, mas sim do que Ele já fez por nós na cruz.

Podemos descansar em Cristo porque nossa salvação está assegurada. Essa certeza nos motiva a passar tempo com Cristo a cada dia, nos alimentando de Sua Palavra e respirando a atmosfera celestial mediante a oração. Um encontro com Jesus transforma um estilo de vida estressante numa vida repleta de paz e propósitos bem definidos.

3. UMA LIGAÇÃO SEMANAL COM JESUS

clip_image003Depois que Cristo criou o mundo em seis dias (Colossenses 1:16, 17), Ele criou um descanso sabático. Esta é uma oportunidade semanal para desenvolvermos nossa relação com Ele.

“E Deus viu tudo o que havia feito, e tudo havia ficado muito bom. Passaram-se a tarde e a manhã; esse foi o sexto dia. Assim, forma concluídos os céus, e a terra, e tudo o que neles há. No sétimo dia, Deus já havia concluído a obra que realizara, e nesse dia DESCANSOU. ABENÇOOU Deus o sétimo dia e o SANTIFICOU, porque nele descansou de toda a obra que realizara na criação”. Gênesis 1:31-2:3

Como seu Criador, Jesus “descansou” no primeiro sábado com Adão e Eva. Não só isso, mas Ele também “abençoou” o dia de sábado e “o santificou”. Deus estabeleceu um ciclo semanal de sete dias não para Seu próprio benefício, mas para o de Adão, Eva, e para o nosso hoje. Ele amava tanto as pessoas que criara que planejou tornar cada sétimo dia de suas vidas um dia especial onde se dedicariam a estar em Sua presença. Cada sábado, como foi chamado esse dia, deveria ser um dia tanto de descanso físico quanto de renovação espiritual. A entrada do pecado em nosso mundo apenas tornou mais necessário o descanso sabático.

O mesmo Salvador que prometeu descanso a Adão e Eva, por volta de dois mil anos mais tarde também deu a Moisés, no Monte Sinai, a Lei dos Dez Mandamentos (I Coríntios 10:1-4). Jesus escolheu colocar o descanso sabático no coração dos Dez Mandamentos. O quarto mandamento diz:

“LEMBRA-TE DO DIA DE SÁBADO, PARA SANTIFICÁ-LO. Trabalharás seis dias e neles farás todos os teus trabalhos, mas o sétimo dia é o sábado dedicado ao Senhor, o teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teus filhos ou filhas, nem teus servos ou servas, nem teus animais, nem os estrangeiros que morarem em tuas cidades. Pois em seis dias o SENHOR fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles existe, mas no sétimo descansou. Portanto, o SENHOR ABENÇOOU o sétimo dia e o SANTIFICOU”. Êxodo 20:8-11

Deus estabeleceu o sábado como um dia para nos recordarmos de que o Senhor “fez os céus e a terra”. O descanso sabático semanal nos une ao Criador que abençoou esse dia e o separou.

Quando Jesus viveu na terra, Ele aproveitava cada oportunidade para manter Sua comunhão com o Pai. Ele se beneficiava do descanso sabático para adorar a Deus, como Lucas nos diz:

“Ele foi a Nazaré, onde havia sido criado, e NO DIA DE SÁBADO entrou na sinagoga, COMO ERA SEU COSTUME”. Lucas 1:16

Se Jesus, que era divino e humano, precisava descansar na presença de Seu Pai no dia de sábado, quanto mais nós, seres humanos. Quando Jesus pôs abaixo as restrições da lei que os judeus haviam colocado sobre o dia de Sábado (Mateus 12:1-12), Ele ressaltou que Deus havia criado o sábado para benefício das pessoas:

“E então lhes disse: ‘O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado. Assim, pois, o Filho do homem é Senhor até mesmo do sábado'”. Marcos 2:27, 28

Jesus reafirmou a importância do sábado mesmo em Sua morte. Ele morreu numa sexta-feira, que “era o dia da Preparação, e estava para começar o sábado” (Lucas 23:54). Naquele momento, Ele declarou: “Está consumado!”, isso é, Sua obra de vir ao mundo e morrer como substituto da raça humana estava completada (João 19:30; 4:34; 5:30). Depois, para celebrar o cumprimento de Sua missão, Jesus descansou na tumba durante o sábado.

Da mesma maneira que Cristo completou Sua obra da criação no sexto dia e então descansou no sétimo dia, assim também ao morrer na cruz, completou Sua obra de redenção no sexto dia e então descansou no sétimo.

clip_image004No domingo pela manhã, Jesus ressurgiu da tumba como o vitorioso Salvador (Lucas 24:1-7). Ele já tinha pedido para Seus discípulos manterem o encontro sabático com Ele depois de Sua ressurreição. Falando da destruição de Jerusalém, que aconteceu perto de quarenta anos depois de Sua morte, Ele os alertara:

“Orem para que a fuga de vocês não aconteça no inverno nem no sábado”. Mateus 24:20

Nosso Salvador desejava que Seus discípulos, e os que fossem convertidos por eles, continuassem a praticar o que Ele os havia ensinado (João 15:15, 16). Ele queria que eles experimentassem tanto o descanso proveniente da salvação quanto o descanso sabático. Eles não O desapontaram. Os discípulos continuaram a observar o sábado mesmo depois da morte de Cristo (ver Lucas 23:54-56; Atos 13:14; 16:13; 17:2; 18:1-4).

O apóstolo amado, João, manteve seu encontro semanal com Cristo aos sábados. Nos últimos anos de sua vida, ele escreveu: “No dia do Senhor achei-me no Espírito” (Apocalipse 1:10). De acordo com Jesus, “o dia do Senhor” é o sábado, “Pois o Filho do homem é Senhor do sábado” (Mateus 12:8).

Aos sábados, celebramos as duas grandes realizações do Senhor em nosso favor: a criação e a redenção. Essa experiência sabática continuará no céu:

“‘Assim como os novos céus e a nova terra que vou criar serão duradouros diante de mim’, declara o Senhor… ‘De um sábado a outro, toda a humanidade virá e se inclinará diante de Mim’, diz o Senhor”. Isaías 66:22, 23

4. OS BENEFÍCIOS DO DESCANSO SABÁTICO

As pessoas hoje estão passando uma por cima das outras nessa busca frenética por algo mais na vida. Os indivíduos estão ficando cada vez mais estressados. As famílias estão se desfazendo sob pressão. Mas Deus apresenta o sábado como uma melhor maneira de viver uma boa vida.

Vejamos alguns dos benefícios específicos do descanso sabático:

(1) O sábado é um memorial da criação, e ao santificá-lo, erigimos um memorial ao nosso Criador. Suas horas sagradas oferecem uma maravilhosa oportunidade de entrarmos em contato com nossas origens ao observarmos o mundo criado por Deus. Quando foi a última vez que você ou sua família separaram tempo para realmente apreciar a silenciosa beleza de um jardim ou de uma fonte de águas? O sábado nos dá tempo para desfrutarmos do contato com Jesus e obtermos relances das maravilhas que Ele fez para nós.

clip_image005 (2) Aos sábados, experimentamos a alegria da adoração e do companheirismo com os outros cristãos. Há benefícios em louvar a Deus com os outros como um grupo de adoradores. O sábado nos dá uma oportunidade especial para nos reunirmos como corpo da igreja e recarregarmos nossas baterias espirituais.

(3) O sábado nos proporciona momentos de colocarmos em prática alguns atos de bondade significativos. Será que há algum vizinho que ficou doente durante essa semana e você não teve tempo de visitá-lo? Quando uma amiga precisou de empatia após a morte de seu esposo, será que a pressão da vida diária acabou impedindo você de dedicar-lhe atenção amável? Jesus aconselhou: “É permitido fazer bem no sábado” (Mateus 12:12).

(4) O sábado é um dia para fortalecer os laços familiares. Quando Cristo ordenou que no sábado não devesse ser feito nenhum trabalho (Êxodo 20:10), Ele não poderia ter dado um remédio melhor para os pais viciados em trabalho e as mães estressadas. O sábado é uma gigantesca placa de PARE para as famílias. Os pais e filhos devem evitar que as coisas urgentes da vida sobreponham-se às coisas realmente importantes. O sábado é um dia no qual podemos substituir pressão por oração, trabalho por alegria, agendas lotadas por reflexão silenciosa. O descanso sabático proporciona tempo para que toda a família se ligue a Cristo e receba Sua energia espiritual.

(5) O sábado é um tempo no qual Jesus se aproxima de nós de maneira especial. Cada relacionamento precisa de tempo de qualidade para se fortalecer, e o mesmo ocorre com nosso relacionamento com Cristo. Devotar um dia inteiro para Cristo a cada semana é uma grande maneira de manter nossa amizade com Ele sempre entusiasmada e renovada. O sábado nos dá tempo extra para o estudo da Bíblia e a oração, tempo extra para simplesmente estar a sós com Cristo num lugar tranqüilo e prestar atenção à Sua voz.

Jesus “abençoou o sétimo dia e o santificou” com a promessa de Sua presença (Gênesis 2:3). Podemos entender porque é importante observar o sábado, o sétimo dia da semana, quando lembramos que este é um dia que Cristo separou na criação para se comunicar conosco de maneira especial.

Quando Jesus criou o sábado, parece que Ele tinha a nossa geração em mente, pois o sábado é exatamente o que precisamos para nossa vida cheia de estresse: um dia que seja verdadeiramente uma pausa total de todas as nossas atividades. Esse é um dia especial dedicado à adoração a Deus, a entrarmos em contacto novamente com a criação, e a nos concentrarmos em nossos relacionamentos ao invés de nas coisas.

5. UM PRENÚNCIO DO DESCANSO NO CÉU

Podemos resumir os benefícios de uma ligação com Jesus diária e de um encontro semanal com Ele em uma palavra: descanso. A palavra “sábado” vem da palavra hebraica que significa descanso. Portanto, não é de surpreender que as Escrituras chamam o sétimo dia de “dia de descanso”. (Levítico 23:3).

“Pois em certo lugar Ele [Deus] falou sobre o sétimo dia, nestas palavras: ‘No sétimo dia Deus descansou de toda a obra que realizara’… Assim, AINDA RESTA UM DESCANSO SABÁTICO PARA O POVO DE DEUS;… Portanto, esforcemo-nos por entrar nesse descanso”. Hebreus 4:4-11

clip_image006Experimentar o “descanso sabático” nos dá um prenúncio semanal da alegria que teremos ao experimentarmos o descanso no céu. Esse descanso não é apenas deixar de fazer coisas e inatividade, mas se refere ao sentimento de segurança, paz e bem estar que é a raiz da verdadeira vida abundante. Esse tipo de descanso espiritual pode ser apreciado apenas pela experiência. O testemunho daqueles que têm experimentado o descanso da salvação e o descanso sabático é universal: “Se você entra no descanso de Jesus através de uma ligação diária e de um encontro semanal com Ele, você descobre a maior alegria da vida”.

Você não gostaria de agradecer a Jesus pelo Seu dom do descanso? Você não gostaria de agradecê-lO pela promessa do descanso da salvação que a cada dia serve para fortalecer-lhe a fim de enfrentar os desafios da vida? E agradecer também pela promessa do descanso sabático a cada semana que dá vigor à sua relação com Ele? Se você nunca fez isso, por que não aceitar a salvação que Ele oferece agora mesmo? Por que não contar para Ele seu desejo de guardar o sábado a cada semana? Você pode dizer agora mesmo: “Sim, Senhor! Eu desejo encontrar o deleite no dia que Tu criaste especialmente para mim”. Por que não dizer isso agora mesmo?

[Você pode estar se perguntando: Quem mudou o dia de adoração do sábado, o sétimo dia da semana, para o domingo, o primeiro dia da semana? Quando foi feita essa mudança? Será que Deus autorizou essa mudança? Essas questões serão respondidas na Lição 21].

There are no comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: